5 Etapas para uma Análise de Dados Eficiente

Mas afinal! O que é uma Análise de Dados Eficiente?

Um projeto de Análise de Dados Interna Eficiente conta com uma refinada e cuidadosa compreensão da realidade de sua empresa. O principal resultado e benefício  esperado de tal projeto é a geração de informações para uma tomada de decisão mais alinhada à estratégica da organização.

Como estruturar uma Análise de Dados:

Existem diversas maneiras de se estruturar uma análise de dados, e o ideal é que cada projeto se adapte as nuances da demanda encontrada na empresa. Contudo, de modo geral a estrutura  de uma análise para tomada de decisão é dividida nas seguintes cinco etapas:

  • Compreensão do contexto e dos processos da empresa;
  • Levantamento dos objetivos da análise;
  • Planejamento e coleta dos dados e informações necessárias;
  • Análise e o tratamento dos dados;
  • Extração de conclusões que auxiliarão na tomada de decisão.

Como isso funciona na prática:

No mundo dos negócios, a análise dos dados é essencial para a tomada de decisões e exige habilidades, a ciência dos dados. Portanto, a detecção de padrões, correlações, estimativas e outras análises possíveis são imprescindíveis para uma boa assertividade nas análises. Dessa forma, são utilizados métodos estatísticos e ferramentas adequadas para os cálculos. Por isso, a PJ capacita seus profissionais  e da todo o suporte técnico necessário para executar com excelência as análises e embasar suas decisões.

Para esclarecermos esse ponto, segue um exemplo:

Neste projeto, o objetivo da empresa contratante era identificar falhas na alocação dos espaços reservados para cursos de esporte e educação. Além disso, verificar se a estrutura do clube possibilitaria oferecer novos cursos demandados ou se outras medidas devem ser tomadas. Assim, nesse contexto, surgiu a necessidade de possuir dados que permitissem tomar decisões embasadas.

O projeto executado consistiu primeiramente na coleta dos dados pertinentes aos espaços escolhidos. Em seguida, foi realizada uma análise e cruzamento dos dados. Também foram incluídas as informações de mapeamento de espaços e horários ociosos, resultando em um relatório dinâmico da análise e a tomada de decisão referente à expansão da oferta dos cursos com embasamento na análise feita.

Logo, a partir dos resultados obtidos, a empresa contratante conseguiu organizar melhor seu espaço físico e seus horários de uso, diminuindo conflitos de horários entre aulas e aumentando a otimização de seu espaço.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp